condomínios

Cuidado, seu condomínio está vulnerável!

Mário é um homem preocupado com bem estar e segurança de sua família, por isso decidiu investir nisso, planejou, trabalhou e conseguiu realizar o sonho de morar com sua família em um condomínio de alto padrão na região mais nobre da cidade.

Mas infelizmente, a poucos meses em sua nova morada, aconteceu um sinistro, alguém entrou no condomínio e roubou três apartamentos, inclusive o seu.

Felizmente ninguém se machucou e o prejuízo foi apenas material, mas isso levantou uma grande questão: Como esses bandidos entraram?

O muro é alto, tem cerca elétrica, tem guardas fazendo ronda no pátio, existem câmeras de segurança por todos os lados.

Será que entraram pela portaria?

Cuidado, seu condomínio está vulnerável

Sim, a maior parte das invasões em condomínios acontecem através da portaria, um minuto de descuido, um momento em que o porteiro se distrai realizando outras tarefas ou até uma boa lábia do invasor podem ser o suficiente para o sinistro acontecer.

A verdade é que muitos condomínios não têm procedimentos adequados, e isso gera problemas não só na segurança.

“Visito muitos condomínios todos os dias e é muito comum entrar sem fornecer meus dados pessoais, as vezes entro até sem ser anunciado, também vejo outros prestadores de serviço entrando da mesma forma.”  – Paulo, vendedor.

Existem vários sistemas para controle de portaria, cadastramento biométrico, tag, entre outros. Mas nada disso resolve se não existirem procedimentos adequados sendo cumpridos.

Alguns sistemas liberam a entrada de pessoas já cadastradas, mediante algum tipo de identificação automática, mas em um condomínio surgem novos visitantes e prestadores de serviços a todo momento, por isso deve haver um procedimento de identificação, autorização e registro dos dados dessas pessoas.

 

“O importante é identificar a pessoa, confirmar a visita com o morador responsável ou administrador do condomínio, registrar o nome completo do visitante ou prestador, número do documento de identidade, empresa para qual trabalha e o número do telefone” –  Ricardo Fernandes, especialista em condomínios.

A falta de procedimento também cria problemas em todas as áreas do condomínio, gera desperdício de recursos, insatisfação dos moradores, maior número de ocorrências, atrasos, muitos custos evitáveis e dor de cabeça para o síndico.

“ A portaria deve ter vários procedimentos, desde o controle de acesso até registro de encomendas, ocorrências, passagem de posto, e também no atendimento aos moradores e visitantes entre outros” – Afirma Sidney, gerente em um condomínio em Londrina-Pr.

Existem sistemas específicos que facilitam a aplicação prática de procedimentos em todas as áreas do condomínio, desde a portaria até manutenções programadas, eles permitem uma gestão completa da parte operacional do condomínio trazendo agilidade nos processos, registros e atendimento.

Sistemas para condomínios também proporcionam uma comunicação eficaz, que é outro fator importantíssimo para evitar problemas.  Veja o post, O que seu condomínio ganha com um sistema gerencial online.

Fonte: PM-SP, SindicoNet, Secovi

Profissional de vendas dedicado a aproximar empresas com soluções inovadoras de outras empresas e pessoas, estreitando o relacionamento entre elas realizando bons negócios para todos.

2 opiniões sobre “Cuidado, seu condomínio está vulnerável!”

Deixe uma resposta